montar uma loja de informática

Você quer montar uma loja de informática mas não sabe por onde começar? Pode ficar tranquilo que podemos ajudá-lo. Mesmo reconhecendo todas as oportunidades que esse setor tem a oferecer, muitos empreendedores não sabem exatamente como tirar sua ideia do papel.

Montar uma loja de informática é uma ótima forma de construir um negócio lucrativo e com ótima perspectiva de futuro. Tudo o que você precisa é de disposição e dos conhecimentos para abrir sua empresa – que veremos logo a seguir.

Confira neste artigo como montar uma loja de informática em 10 passos!

10 passos para montar uma loja de informática

1. Crie um plano de negócios

Escrever um plano de negócios permite que você estabeleça seus objetivos no início, criando um caminho claro para se tornar uma loja de informática de sucesso.

O documento deve descrever o que sua loja vai vender, a marca e a estratégia de marketing, bem como as questões financeiras. Para isso, são desenvolvidos os seguintes pontos:

•  Resumo executivo: indica o que é sua empresa e por que você acha que ela será um sucesso.

•  Descrição da empresa: fornece informações detalhadas em relação às necessidades do cliente e as vantagens competitivas de sua loja de informática.

•  Análise de mercado: esta seção examina seu mercado – analisando concorrentes, tendências de mercado, oportunidades e ameaças.

•  Organização e gestão: descreve a estrutura da sua empresa e como ela funcionará. Isso inclui horários, contratação de pessoas e serviços que você planeja terceirizar.

•  Linha de produtos: detalhe os produtos que pretende vender, como serão adquiridos e os benefícios desses produtos para o mercado-alvo.

•  Marketing: planeje uma estratégia de promoção que fará as pessoas entrarem em cena, considerando se você usará mídia social, mídia offline ou ambos.

•  Projeções financeiras: descreve como sua empresa se tornará um sucesso financeiro. É importante ter previsões bem informadas sobre receitas, despesas e crescimento, geralmente planejadas para um período de três a cinco anos.

2. Faça muitas pesquisas

Você precisa pesquisar exatamente quem é o seu mercado-alvo, para saber quem você deseja atrair para a sua loja de informática. Também é importante ter certeza absoluta de que há demanda para o seu produto e que você não tem apenas uma crença emocional de que sua ideia funcionará.

Os recursos comuns usados são pesquisas online e grupos de foco para feedback do produto e percepções do mercado-alvo. Além disso, os relatórios do setor e grupos empresariais locais também podem fornecer uma fonte de conhecimento a um custo relativamente baixo.

3. Defina claramente sua proposta de valor

O que você vende? O que os produtos e serviços que você revende podem fazer pelos clientes? O que diferencia seu produto da concorrência? As respostas mais diretas, concisas e convincentes para essas três perguntas é a sua proposta de valor. Isso é o que você precisa usar para gerar mais vendas.

Embora um slogan possa compartilhar uma forte proposta de valor, você precisa ir mais fundo. Se sua ferramenta for robusta, com vários recursos, você precisa explicar claramente seu valor como solução. Dessa forma, seus potenciais clientes podem entender rapidamente o seguinte:

•  Quais são os seus produtos e o que eles oferecem?

•  Como isso vai me ajudar mais do que outros produtos semelhantes?

•  Por que você é diferente? O que você oferece além de um produto? (Exemplos: experiência do cliente, suporte ao produto, atualizações, etc.)

Embora você precise de uma proposta de valor único, lembre-se de adaptá-la ao comprador individual. Não ofereça soluções abrangentes! Em vez disso, explique como seu produto pode ajudar cada cliente especificamente.

4. Escolha um nome para sua loja

Escolher um nome é fácil para alguns aspirantes a proprietários de empresas, mas mais difícil para outros. O truque é escolher algo que comunique sua marca e produto, embora seja potencialmente criativo.

Não caia na armadilha de ser muito inteligente ou enigmático e verifique se o nome escolhido não é uma marca registrada.

5. Registre sua empresa

Quando estiver pronto para tornar sua empresa oficial, será preciso registrá-la. Isso envolve registros da Junta Comercial, Receita Federal, Prefeitura do município, entre outros. O ideal neste momento é buscar o auxílio de um contador de confiança.

6. Organize suas finanças

Saber quanto capital você precisa com antecedência e quanto tempo ele vai durar são algumas das maiores questões para os empreendedores de varejo. Na verdade, organizar seus fundos e criar previsões financeiras corretamente é vital para o sucesso do seu negócio.

Certifique-se de projetar um modelo que realmente dê dinheiro. Para isso, é fundamental calcular os custos iniciais e recorrentes que estão envolvidos na sua loja de informática – incluindo a locação de uma sala comercial, aquisição de mercadorias, contratação de pessoas, contas básicas, entre outras.

A partir disso, você tem uma ótima noção de quanto precisa faturar mensalmente para pagar todas suas contas e criar previsões de retorno sobre o investimento para o futuro.

7. Escolha um local

Onde você vai montar uma loja de informática?

Aqui, você tem três caminhos a seguir:

1. Vendas presenciais

2. Vendas online

3. Vendas presenciais e online

Quando falamos sobre uma loja física, o tráfego de pessoas pelo local é essencial. Além disso, é importante considerar a localização da loja em relação aos seus mercados-alvo antes de assinar um contrato de aluguel.

Se você tem uma localização em mente, analise outros varejistas, acessibilidade, visibilidade, estacionamento e custo, e se os dados demográficos locais correspondem à sua oferta de produto. Afinal, escolher o local certo pode ser fundamental para os clientes em potencial da sua loja.

Já na abertura de uma loja online, seu site funcionará como sua loja. Portanto, garanta que você cria uma página atrativa para que seus clientes possam navegar e fazer suas compras.

8. Planeje sua loja

Uma boa loja equilibra facilidade com a apresentação do produto. As opções de design são inúmeras, mas o melhor para o seu negócio vai depender do tipo de loja, da dimensão do espaço e do orçamento.

Um estilo comum é o layout de grade, que é uma opção funcional – parecido com supermercados ou lojas de artigos gerais – onde a estratégia é maximizar o espaço nas prateleiras. Já as lojas mais criativas ou produtos especializados geralmente optam por um plano mais inovador e livre.

Além disso, a forma como o consumidor interage com o seu espaço pode influenciar quanto tempo ele fica na loja e quanto gasta. Portanto, tudo pode fazer diferença: a decoração, a música tocada, onde ficará o balcão e os produtos que são expostos nas prateleiras.

9. Determine seu mix de produtos

Escolher o mix certo de produtos, pelo preço certo, é metade do desafio. Provavelmente, você terá uma linha de produtos específica pela qual é apaixonado, mas é crucial pesquisar produtos auxiliares e complementares que você também deve estocar.

Para uma montar uma loja de informática, são muitas as opções que podem ser trabalhadas:

Venda de computadores e acessórios

Existem várias maneiras diferentes pelas quais você pode fornecer sistemas de computador, incluindo desktop e laptop que são:

•  Montados sob encomenda nas suas instalações

•  Montados sob encomenda por um especialista

•  Pedidos conforme exigido de um grande fabricante

•  Mantidos em estoque e vendidos ‘na prateleira’

Além disso, você pode decidir estocar computadores e laptops usados. Essa seria uma maneira de diferenciar seu ponto de venda daqueles dos grandes varejistas – já que muitos deles não trabalham com estoques de produtos de segunda mão. Outros itens de hardware e periféricos que você pode decidir estocar (ou fornecer sob encomenda) incluem:

•  Netbooks e tablets

•  Monitores

•  Impressoras

•  Drives externos, cartões de memória e assim por diante

•  Scanners, câmeras digitais da web

•  Outras máquinas de escritório

Periféricos, consumíveis e acessórios

Dependendo de quanto espaço de varejo você tem, você pode decidir estocar alguns ou todos os seguintes itens:

•  Componentes – como processadores, chips de memória, placas de rede e assim por diante

•  Consumíveis da impressora, CD-ROMs vazios, discos Blu-ray e DVDs

•  Cabos, roteadores e conectores

•  Outros pequenos periféricos como joysticks, teclados e assim por diante

•  Livros de informática e manuais de treinamento

Programas

Há uma grande variedade de softwares prontos para uso que você pode decidir estocar. Você também pode ‘empacotar’ certos pacotes de software com os sistemas de computador que você vende. Exemplos de alguns tipos de software que você pode armazenar incluem:

•  Jogos

•  Aplicativos de escritório, como pacotes de processamento de texto e software de contabilidade

•  Pacotes gráficos

•  Sistemas operacionais

•  Suítes de programação

•  Antivírus e outros pacotes de proteção

Serviços

Os serviços que você pode oferecer incluem:

•  Serviço, reparos e manutenção de hardware

•  Atualizações de sistema

•  Consultoria e design de sistemas

•  Instalações, configuração e aulas no local

•  Suporte técnico e aconselhamento

Dependendo de suas habilidades e recursos, você também pode oferecer outros serviços de informática aos seus clientes, por exemplo, treinamento, hospedagem de sites, desenvolvimento de software sob medida e assim por diante.

Hardware

Dependendo das necessidades de seus clientes, de sua própria experiência e do foco de seu negócio, os tipos de hardware que você pode fornecer e instalar incluem:

•  Redes corporativas, incluindo máquinas de servidores, terminais de clientes, cabeamento de rede, roteadores e equipamentos de armazenamento de dados

•  Soluções de servidor de intranet, internet e e-commerce

•  Sistemas de varejo, por exemplo, hardware EPOS (ponto de venda eletrônico)

Serviços de valor agregado

Veja alguns dos serviços de maior valor agregado que você pode oferecer:

•  Consultar sobre suas necessidades de TI e recomendar uma solução ideal

•  Avaliar, selecionar e fornecer o software e hardware mais adequado às suas necessidades

•  Instalar e configurar hardware e software, configurando o sistema para atender aos seus requisitos particulares

•  Fornecer treinamento inicial e suporte para usuários do novo sistema

•  Fornecer solução de problemas no local, atualização e possivelmente manutenção em uma base contínua

Software de automação comercial

Por fim, você também pode entrar no mercado dos produtos digitais ao comercializar um software de automação comercial. Trata-se de uma solução muito procurada no mercado e que pode atrair um grande público consumidor.

10. Encontre o parceiro ideal para iniciar suas vendas!

Se você deseja ir além dos produtos físicos e investir na revenda de softwares de automação comercial, você precisa garantir que pode revender produtos que realmente agregam valor para o seu público. Afinal, um produto de qualidade é essencial para qualquer empresa que busca o crescimento do seu negócio e o sucesso entre o público.

Por isso, encontrar o parceiro ideal é o primeiro passo para iniciar suas vendas. Com um software de automação comercial de qualidade em mãos, você precisa se preocupar somente em fechar bons negócios!

Por que revender sistemas de automação comercial da GDOOR?

A GDOOR é sua parceira ideal para levar sua loja de informática ao sucesso com a revenda de softwares!

Possuímos homologação em todos os estados brasileiros e desenvolvemos os softwares mais completos do mercado para o gerenciamento de micro e pequenas empresas, utilizados diariamente por milhares de empresas, comercializados exclusivamente por parceiros – como você!

Não exigimos aquisição de licenças para estoque. Revender GDOOR é um investimento seguro e lucrativo. O retorno com a venda e manutenção é garantido e ajudará a sua empresa a empreender com inovação e resultados concretos.

Sobre a GDOOR

A GDOOR é uma empresa catarinense de Tecnologia da Informação que oferece soluções em softwares para gestão de Micro e Pequenas empresas.

A GDOOR Sistemas desenvolveu um produto prático e confiável, além de oferecer soluções com excelência na área de Automação Comercial. Devidamente homologado no PAF-ECF, TEF Discado, Dedicado, PAY&GO. Além disso, atendemos ao SPED Fiscal, NF-e, Sintegra e muito mais.

Somos uma empresa ética e verdadeira. Nós da GDOOR, desenvolvemos um produto confiável, prático e de qualidade, com tecnologia de ponta. Sempre respeitamos as diferenças e particularidades de cada cliente, atendendo a todos com muito respeito e atenção. Temos o compromisso com nossas revendas em prestar o melhor atendimento e fornecermos uma solução em gestão comercial.

As soluções da GDOOR atendem micro e pequenas empresas do comércio (atacado, varejo), prestadores de serviços, transportadoras de pequeno porte, restaurantes, bares, pizzarias e similares que necessitam gerenciar suas informações (financeiro e controle de estoque) e emitir seus documentos fiscais (NF-e, NFC-e, SAT, Cupom Fiscal, CT-e, MDF-e, NFS-e).

Política comercial

O que mais se espera de uma parceria em negócios é a lealdade, certo? Nosso relacionamento com o revendedor é desta forma, aberto às necessidades e melhorias apresentadas.

Nossa política comercial é clara e pode ser facilmente percebida pelas revendas: não nos envolvemos no processo de vendas de um parceiro, isso significa que em hipótese alguma vamos “atravessar” um negócio feito por uma revenda.

Se o cliente é seu, ele continuará sendo seu!

Suporte técnico humanizado

O suporte técnico é gratuito, possuímos canais exclusivos de atendimento para o revendedor. Nossa prioridade é atendê-lo da melhor forma possível, por meio de uma equipe humana, altamente capacitada e disposta a resolver qualquer tipo de imprevisto ou dúvida.

A revenda também pode se transformar em um canal direto com o seu cliente, agregando serviços. Oferecemos treinamentos on-line para que as empresas revendedoras tenham autonomia para atender seus clientes.

Parceria forte e lucrativa

Quem escolhe a GDOOR Sistemas tem tudo o que uma revenda de software precisa:

•  Política exclusiva;

•  Suporte e treinamento gratuito;

•  Atendimento ágil e humanizado;

•  Alta lucratividade;

•  Comercialização exclusiva por revenda;

•  Melhor custo/benefício do mercado;

•  Sistema de fácil utilização;

•  Ética profissional;

•  Valorização dos parceiros.

Através das soluções GDOOR, seu cliente amplia as possibilidades de gerenciamento de forma consistente e dinâmica, você rentabiliza seu negócio estando à frente das inovações. Isso é ser uma revenda GDOOR!

Você gostou das dicas para montar uma loja de informática? Quer se tornar um revendedor de softwares de automação comercial da GDOOR? Entre em contato com a equipe da GDOOR!