administrar uma loja de roupa

Administrar uma loja de roupa de sucesso demanda envolvimento e melhorias constantes. Há algumas atividades e iniciativas que são bem conhecidas, como atender bem o cliente, precificar adequadamente sua mercadoria e outras.

No entanto, há, também, algumas coisas sobre como administrar uma loja de roupa que geralmente não são tão comentadas, mas que também são importantes para o crescimento do negócio. Continue a leitura e descubra algumas dessas coisas que ninguém te conta!

Dicas para administrar uma loja de roupa de uma forma que você nunca viu

1 – Pense em sucesso e visualize seus objetivos ativamente

Para alcançar o sucesso que deseja, você precisa sonhar grande. Cada história de sucesso começa com grandes sonhos. Você precisa ter objetivos ousados, para, então, desenvolver uma visão clara do que deseja alcançar e como fazer isso.

Este tipo de posicionamento pode até parecer corriqueiro, mas pode ser um importante combustível para motivar você no dia a dia de gestão do negócio. 

Qual seria a sensação de triplicar sua renda atual? Como sua vida mudará? Como será o seu negócio se você atingir um público maior ou começar a trabalhar com uma marca cobiçada?

Projetar coisas como essas pode ser poderoso para impulsionar novos planos de ações e manter sua motivação em administrar uma loja de roupa de sucesso.

2 – Saiba que falhar faz parte de acertar ao administrar uma loja de roupa

Não existe uma regra de ouro para o sucesso ao administrar uma loja de roupa. Mesmo que você tenha estudado profundamente seus clientes e aperfeiçoado a abordagem de vendas, imprevistos poderão acontecer, acompanhados de falhas.

Essas devem ser vistas como oportunidades de aprendizado. Por que você falhou? O que poderia ter feito de diferente? Como lidará com uma situação como esta no futuro para ter um resultado diferente?

Não deixe o desânimo tomar conta. Aprenda com erros e insucessos e utilize-os como degraus para aperfeiçoamento e melhorias.

Essa é uma prática comum inclusive nas startups de maior sucesso. Na mentalidade dessas empresas está que apenas quem erra está tentando algo novo, não está inerte, e que isso é fundamental para gerar marcas, produtos e serviços realmente diferenciados no mercado.

3 – Críticas são bem-vindas

Avaliações de clientes ou outras pessoas interessadas em sua loja de roupas ajudam você a aprender e crescer. Eles não estão lá para puxá-lo para baixo ou tirar sua confiança, mas para impulsionar o seu sucesso.

Como proprietário de uma empresa, você também tem ainda muito a aprender com a indústria e seus clientes e fornecedores, as críticas servem como uma ferramenta de aprendizado para fazer modificações e inovar em seu empreendimento. Elas também ajudam a corrigir erros e a resolver problemas que poderiam prejudicar sua operação.

Se um cliente fizer uma crítica, ouça atentamente e valorize a iniciativa. Boa parte do público quando está insatisfeito simplesmente troca a marca por uma concorrente. Se seu cliente fez a crítica, ele está lhe dando a oportunidade de reverter a situação e mantê-lo fidelizado.

4 – Você não precisa saber tudo sobre administrar uma loja de roupa

Muitos empreendedores ou profissionais em cargo de gestão de negócios sentem que ter dúvidas e demonstrar algum conhecimento é uma fraqueza. E isso pode, no final das contas, levá-lo a perder boas oportunidades de aprendizado e a tomar decisões ruins para o negócio.

Não ter todas as respostas não diminui seu papel, não é seu trabalho saber tudo, mas, sim, buscar aperfeiçoamento constante e ajudar sua equipe em suas necessidades e demandas, mesmo que tenha que fazer uma pesquisa ou consultoria para tomar a melhor decisão.

5 – Disciplina é importante para administrar uma loja de roupa de sucesso

Thomas Huxley disse uma vez: “Faça o que você deve fazer, quando você deve fazer, goste ou não”. E, há muito tempo, Ésquilo já afirmava que “a disciplina é a mãe do sucesso”.

Há atividades que você não gostará tanto de desempenhar, compromissos que preferiria adiar. Mas protelar o que precisa ser feito irá gerar atrasos, insatisfações, perda de clientes e muitos problemas para você e seu negócio, inclusive, financeiros – há dados que indicam que 40% das pessoas enfrentam perdas financeiras em razão da procrastinação.

Portanto, estabeleça um planejamento do que você realmente precisa fazer, o que irá delegar e tenha disciplina em seguir o plano.

6 – A presença nas mídias sociais pode mudar os rumos de seu negócio

O ditado “uma imagem vale mais que mil palavras” soa verdadeiro tanto para grandes marcas quanto para pequenas empresas locais. Moda e vestuário têm uma relação estreita com a estética, elementos e conteúdos visuais. 

É aí que entra a importância da presença nas redes sociais. Essas permitem que as lojas de roupas não apenas exibam seus produtos de uma forma visualmente atraente, como também interajam com seus clientes atuais e potenciais – algo crucial em um setor no qual o feedback e a lealdade do cliente determinam a longevidade do negócio.

Outras vantagens em estabelecer a presença de sua loja de roupas nessas redes incluem: divulgar sua marca para um público maior e com menos custos, elevar a fidelidade de seus clientes, promover tráfego para o site da sua empresa, melhorar o atendimento ao cliente, oferecer mais oportunidades de conversão, motivar o cliente a ir até sua loja, entre outras.

7 – Suas metas de vendas precisam ser SMART

administrar uma loja de roupa de sucesso está diretamente associado a vender mais. E um dos segredos para aumentar sua receita de varejo é definir metas de vendas.

Para começar, é preciso ter certeza de que você está estabelecendo as metas de vendas certas – ou seja, aquelas que são desafiadoras, mas alcançáveis. As metas devem ser alcançadas, do contrário, você correrá o risco de desmotivar sua equipe e de não contar com seu total empenho na conquista dos objetivos traçados.

Ao mesmo tempo, é importante que as metas não sejam tão fáceis de bater, de modo a não incentivar igualmente o comprometimento máximo dos vendedores durante todo o período. 

Este tipo de meta é chamada de SMART:

  • S (específicas);
  • M (mensuráveis);
  • A (atingíveis);
  • R (relevantes);
  • T (temporais / têm um prazo).

8 – É possível usar as devoluções do produto a seu favor

Ao administrar uma loja de roupa, muitos empreendedores temem e têm um grande desprazer ao lidarem com devoluções. Mas o que ninguém te conta é que as devoluções também podem ter um lado positivo.

Se seu estabelecimento lidar com elas da maneira certa, poderá transformar as devoluções de produtos em vendas ou oportunidades.

É importante, portanto, promover uma mudança de mentalidade, tratando cada devolução com a mesma atenção e empenho em encantar o cliente empregados nas vendas. Quando um cliente é tratado com um sorriso, cortesia e interesse, mesmo quando está devolvendo um item, ele se sentirá valorizado e isso pode ajudar a criar um sentimento emocional de lealdade, que o deixará aberto a fazer mais compras em sua loja.

Lembre-se também de que as devoluções de produtos levam as pessoas até a sua loja. Claro, pode não ser a intenção delas fazerem uma nova compra, mas se você conseguir impressioná-las, oferecendo o melhor atendimento, elas podem decidir comprar algo ou indicar sua empresa para toda a sua rede de contatos.

É por isso que é recomendado garantir que cada pessoa que está passando pelo processo de devolução tenha uma experiência incrível. Em vez de ver e tratar a tarefa como um problema, faça também com que sua equipe a encare como uma oportunidade. 

9 – Personalização é essencial

Muitas lojas de roupas acabam adotando uma padronização extrema que acaba tornando tudo mais impessoal. No entanto, o cliente cada vez mais se conecta apenas com o que é relevante para ele e que é (ou parece ser) feito para ele.

Na moda, esse senso de exclusividade é extremamente relevante. Portanto, faz todo o sentido adaptá-lo para a realidade de quem vende esses produtos.

Atitudes simples podem ser muito poderosas. Por exemplo, nosso nome funciona como uma palavra mágica para o cérebro, ativando várias seções ao mesmo tempo que nos levam a ter mais atenção à mensagem.

Em seu negócio de varejo, você pode usar um programa de fidelidade ou a análise do histórico do cliente para obter os dados necessários para otimizar e personalizar comunicações, produtos e ofertas. 

10 – Som e aromas podem ser decisivos para as vendas de sua loja de roupas

O aspecto visual é essencial para um negócio como a loja de roupas. No entanto, o que ninguém te conta é que os elementos sonoros e olfativos também são decisivos.

Há mesmo casos em que o marketing de sentidos trabalhados no estabelecimento é mais influente do que o próprio produto para a decisão de compra do cliente. Assim, quando se trata de impulsionar as vendas em uma loja de varejo, o ambiente é muito importante.

A música de fundo que você toca em sua loja, por exemplo, pode influenciar não apenas quanto as pessoas gastam, mas também o que elas compram. Um estudo indicou que as lojas que tocam jazz ou música clássica são percebidas como mais sofisticadas – e os clientes que entram estão abertos a gastar mais do que quando entram nas lojas tocando pop ou rock.

Ainda, os clientes sentem que menos tempo se passou se estão ouvindo uma música que consideram agradável. Isso é especialmente útil quando as filas são longas ou para fazer com que os clientes passem mais tempo em sua loja de roupas.

De acordo com outro estudo, as pessoas tendem a gastar mais em compras por impulso quando uma música agradável está tocando. O efeito esteve presente mesmo quando as pessoas não perceberam a música tocando na loja, o que demonstrou que a música tem um efeito subconsciente (mas muito real) nos hábitos de compra.

Além da música, o aroma também pode impulsionar a venda ao administrar uma loja de roupa. Uma pesquisa apontou que grandes varejistas que utilizam estrategicamente o aroma em suas lojas, podem aumentar a intenção de compra em 80%.

Entretanto, para isso, é fundamental certificar-se de que os aromas se encaixam no contexto e na marca de sua empresa. Tons de couro almiscarados podem funcionar bem em uma loja de ferragens ou charutaria sofisticada, mas podem não ser a melhor escolha para uma loja de roupas femininas ou para crianças. 

Em relação a isso, um estudo demonstrou que uma loja de roupas que utilizou aromas mais suaves, como baunilha, conseguiu dobrar a venda de roupas femininas. Para estabelecer a melhor escolha, você pode consultar seus clientes e realizar testes até chegar à escolha de aroma ideal.

E então, gostou dessas dicas de coisas que ninguém te conta sobre como administrar uma loja de roupa? Para saber mais, continue acompanhando nosso blog.