Qual a importância de se preocupar com o fluxo de caixa nas empresas?

Aprenda neste artigo, a importância do fluxo de caixa nas empresas e como mantê-lo organizado.
fluxo de caixa nas empresas

Todo empreendedor de sucesso sabe da importância do fluxo de caixa nas empresas. Também compreende o quanto essa ferramenta, se bem utilizada, pode ser benéfica para qualquer empreendimento.

Desse modo, através do controle do fluxo de caixa, é possível se ter uma visão ampla de todo dinheiro que entra e sai. Tudo isso facilita a tomada de decisões futuras.

Mas e quando o acompanhamento de todo o dinheiro não é realizado da forma correta? De fato, esse é um problema enfrentado por algumas empresas. Por vezes, ao “bater o caixa”, muitas pessoas acabam errando na contagem. Assim, por obviedade, chegam a um resultado diferente do correto.

Isso acontece, sobretudo, em empresas pequenas. Nestas, não há um sistema automatizado e apto a realizar essa tarefa.

Aliás, por falar em pequenas empresas, precisamos te contar algo. Caso você seja um mini empreendedor, a relevância em torno de um fluxo de caixa coeso e organizado é muito maior. Pelo menos é o que sugere matéria publicada pelo G1, nela, destaca-se a importância de se ter um fluxo de caixa bem estruturado em uma empresa de pequeno porte.

Dito isso, nosso intuito com esse texto é mostrar para você algumas peculiaridades referente ao fluxo de caixa. E, claro, também ressaltar sua importância dentro do meio corporativo.

O que é um fluxo de caixa?

Basicamente, o fluxo de caixa permite que você tenha total controle do dinheiro que entra e sai da empresa. Além disso, é possível se ter uma visão ampla sobre o direcionamento dado a todo capital da sua empresa. Essa questão ocorre devido aos relatórios gerados, que têm como base as informações obtidas após o fechamento de caixa.

Qual a finalidade do fluxo de caixa nas empresas e por que ele é tão importante?

O fluxo de caixa nas empresas, de fato, é o processo contábil mais relevante dentro de uma organização. Isso porque ele tem como finalidade mostrar com clareza para os gestores da empresa quais foram os números financeiros atingidos dentro de um determinado período.

Em outras palavras, o resultado obtido após o fechamento de caixa fará com que a empresa tome decisões acertadas. Sejam elas em relação a fornecedores, funcionários, responsabilidades envolvendo a receita, etc.

O fluxo de caixa nas empresas gera previsibilidade. Ou seja, conhecendo todos os seus custos fica mais fácil planejar o orçamento mês a mês. Além disso, ao fazer comparativos de gastos com os meses anteriores, os gestores da empresa saberão dados precisos. Por exemplo, se dentro de um determinado período a empresa obteve lucro ou prejuízo. E não para por aí.

Uma vez que os resultados recolhidos estejam de acordo, abre-se diversas possibilidades. Uma opção é realocar os recursos de forma estratégica quando necessário, visando uma futura redução de custos.

Como fazer com que seu fluxo de caixa funcione corretamente?

fluxo de caixa nas empresas

Agora, caso você tenha dúvidas sobre como fazer com que o fluxo de caixa da sua empresa funcione de forma adequada, separamos algumas dicas que poderão te ajudar. Vamos a elas:

Estabeleça um período para que seja realizado o fechamento de caixa

Primeiramente, é necessário que você, como gestor, tenha acesso a dados completos. Ou seja, um detalhamento amplo e preciso de tudo o que entrou e saiu da sua empresa recentemente.

Certifique-se de que os dados repassados pelo time financeiro estão de fato corretos. Caso estejam, comece a planejar o período em que será realizado o fechamento de caixa daquela data em diante. Desse modo, uma vez estipulada uma data para que essa tarefa seja realizada, a perda de prazos importantes se tornará menos recorrente.

Tenha total conhecimento dos seus custos

Quando falamos em fluxo de caixa nas empresas, essa dica é fundamental. Isso porque, sem ela, fica muito difícil direcionar parte do seu capital em prol de melhorias na sua organização. Ou seja, caso você não tenha total discernimento sobre seus custos, seu negócio corre riscos.

Dessa forma, fazendo uso do relatório fornecido pelo setor financeiro com relação a todos os seus gastos e ganhos dos últimos meses, trace um paralelo com os meses anteriores e observe quais foram os resultados obtidos.

A partir daí, já com um panorama mais completo referente a todos os seus gastos mensais, bem como todas as suas responsabilidades, comece a planejar metas visando a redução de custos. Caso essas metas sejam alcançadas, direcione parte do dinheiro a pontos estratégicos dentro da sua empresa.

Mantenha seu caixa atualizado

Para evitar que seu fluxo de caixa fique desorganizado, registre todos os lançamentos que entrarem no dia. Em outras palavras, fique atento não só as saídas do seu caixa, mas também a tudo que entra. Guarde todos os recibos e notas fiscais, e não espere até o dia seguinte para lançá-los no seu sistema.

Dessa forma, dado o momento do fechamento, já com todas as informações incluídas no sistema, muitas são as chances de se obter um relatório mais assertivo.

Separe as finanças pessoais das finanças empresariais

A fim de evitar a retirada de dinheiro do caixa da empresa sempre que você, o dono, ou um dos seus sócios precise de algo, estabeleça um pró-labore para ambos.

Em suma, a prática de misturar o pró-labore dos proprietários do negócio com o montante contido no caixa da empresa acaba desencadeando uma série de inconsistências que, lá na frente, poderão se transformar em um problema mais sério.

Conheça todos os prazos e vencimentos dos seus credores

Regra muito importante a ser seguida no que se refere ao fluxo de caixa nas empresas, sejam elas pequenas, médias ou grandes. Basicamente, conhecer os prazos e vencimentos de todos os custos relacionados a sua empresa fará com que você não precise pagar juros e encargos referentes a atraso.

Utilize um sistema que faça isso por você

Por fim, existe a opção de contratar um sistema completo que faça todo esse trabalho pela sua empresa, de forma rápida, simples e prática.

Por vezes, devido a vasta quantidade de tarefas delegadas ao departamento de finanças da sua organização, a realização do fechamento de caixa acaba não sendo feita da maneira como deveria.

Com relação aos pequenos empreendedores, isso também se torna uma premissa recorrente, já que, muitas vezes, uma única pessoa precisa tomar conta de tudo. Por isso, você deve conhecer a Gdoor e suas soluções. Oferecemos softwares de gestão completos, a fim de facilitar a vida do pequeno, médio e grande empreendedor.

Últimas do blog

Saiba tudo o que estamos fazendo aqui na Gdoor para aproximar e fazer parceiros
Converse no WhatsApp
Fale com nosso time comercial
Olá, tudo bem com você?

Por este canal consigo te ajudar em dúvidas comerciais!

Se você precisar de ajuda sobre suporte técnico entre em contato pelo WhatsApp (49) 99929.0693 ou fone (49) 3441.3120.

Ah, se for sobre outro assunto, veja os outros contatos na área restrita ;)