Redução de custos

Você já deve ter se perguntado: “como faço para reduzir as despesas fixas da minha empresa”? Veja as medidas que podem ser tomadas para a redução de custos.

Redução de custos: 10 entre 10 empresários gostariam de diminuir os custos e despesas fixas nas suas empresas. Mas, como fazer isso sem prejudicar os negócios? Na prática, você tem alcançado esse objetivo?

Como nós sabemos que a redução de custos é um desafio, elaboramos um conteúdo que vai lhe ajudar a atingir a sua meta. São 5 passos claros para reduzir as despesas fixas a partir de agora.

Vamos baixar custos?

1. Comece pelos colaboradores. Mas calma, sem demissões!

Quando se fala em “redução de custos” e “colaboradores” na mesma frase, logo imaginamos que se trata de demissões. Não é o caso aqui, certo? Pense na jornada de trabalho de seus colaboradores: será que é a melhor? O rendimento da equipe é alto em todos os horários? Todos os colaboradores estão satisfeitos?

Os dias muito longos de trabalho nem sempre são os mais produtivos, principalmente em se tratando de atividades intelectuais. A capacidade de produção diminui e os custos da empresa não baixam com isso.

2. Vamos engajar a equipe na redução de custos!

Mais uma questão que você pode envolver os colaboradores da sua empresa é o incentivo para diminuir despesas. Como fazer isso? Valorize colaboradores que desempenham as suas funções de forma a ajudar na redução de custos. Pode ser uma premiação, elogio em público, etc.

Algumas dessas ações são simples, como desligar os climatizadores no intervalo do almoço e manter as janelas fechadas quando eles estiverem funcionando, apagar as luzes sempre que a sala estiver vazia, usar aplicativos de mensagens ao invés de telefonar, entre outras.

3. Confira o consumo de papel e tinta de impressora

Com o avanço da tecnologia, por que a sua empresa usa tanto o papel? Parece pouco no primeiro momento, mas ao final de um mês ou do ano, os custos com papel e tinta representam um valor considerável.

Portanto, faça a automação de todos os processos internos que você puder: backups, atualização de software, monitoramento da rede, controle de despesas fixas e variáveis, entre outros.

4. Organize todos os dados da empresa

Você tem o controle de todas as despesas fixas da sua empresa? Qual é o valor anual de aluguel, salários, internet, luz etc? Ainda faz o controle com planilhas ou softwares defasados? Tome cuidado! Seus números podem não ser tão precisos assim.

Use, mais uma vez, a tecnologia a seu favor e tenha à disposição um software que contribua de maneira efetiva para a redução de custos. Somente assim, você conhecerá 100% dos seus gastos e vai definir com segurança as mudanças necessárias.

Diferente de planilhas, que deixam as informações separadas, uma solução de gestão em software simplifica a visão global do seu negócio. Não há motivos para você complicar a sua gestão, não é?

5. Tenha um controle adequado do estoque

Preste atenção no seu estoque de produtos! Como gestor de uma empresa, você precisa ter controle das saídas de seus produtos. Por exemplo: ao invés de comprar 20 produtos de determinada marca, verifique o histórico e compre apenas 10, caso ele não represente um volume de vendas tão grande assim.

Com a “sobra” desses 10 produtos que não foram comprados, você pode investir em outros itens com mais saídas. Além da redução de custos, você acaba investindo no crescimento da sua empresa.

 

A redução de custos é mesmo um desafio! Porém, com medidas simples, como as cinco que você acabou de ler, é possível reduzir as despesas fixas e lucrar mais. É só colocar em prática!