Gestão Integrada

A sua empresa não possui um sistema de gestão integrada? Veja porque você deveria tê-lo e como aplicar.

Um sistema de gestão integrada tem a finalidade de melhorar o gerenciamento interno das atividades da empresa, e por consequência, aprimorar os processos e a redução de riscos e falhas, por exemplo.

Como tem sido uma ferramenta decisiva nas tomadas de decisões, o sistema de gestão integrada está cada vez mais presente nas empresas. É um elemento que você não deveria se dar ao luxo de abrir mão.

Descubra agora como ter uma gestão integrada, assim, na prática aí na sua empresa. Continue lendo!

O que é gestão integrada?

A gestão integrada é a gestão de todos os departamentos de uma organização, como a sua empresa. Pode ser feita principalmente com o auxílio de um software, que deve ter capacidade para integrar os dados e processos de toda a empresa em um único ambiente.

Um sistema de gestão integrada é um agente facilitador da comunicação organizacional, automatização dos processos e disponibilização de dados e definição de estratégias.

Para que serve o sistema de gestão integrada?

Unificar os dados e processos de todos os setores da sua empresa em um ambiente seguro, onde os gestores tenham acesso ao que mais interessa em tempo real. Esse é um dos propósitos da gestão integrada, que vai centralizar as informações e facilitar a tomada de decisões organizacionais.

A partir de um único modelo de gestão, a sua empresa pode estabelecer a própria política de gestão e definir os processos operacionais. Por outro lado, não ter um sistema acaba dificultando a administração da empresa, principalmente porque há o uso de muitas planilhas, que contam com informações de todos os setores e ocupam um tempo enorme.

Com um sistema de gestão integrada, é possível obter redução de custos e aumentar a produtividade de todos.

Quer saber mais vantagens de se ter um sistema de gestão integrada?

Além de alguns pontos que você já conheceu anteriormente, existem outras vantagens. Confira:

  • Redução de custos e tempo em função da automação dos processos;
  • Transparência em todos os processos internos;
  • Redução da burocracia;
  • Padronização dos processos;
  • Melhoria de relacionamento com funcionários, clientes, fornecedores, acionistas etc;
  • Controle mais eficiente das obrigações fiscais e tributárias;
  • Aumento da produtividade e competitividade;
  • Controle preciso do estoque;
  • Tomadas de decisão com base em dados concretos.

As vantagens não param por aí: com ele, você vai gerar relatórios que permitem o monitoramento de todos os resultados da empresa no momento que você quiser.

Do mesmo modo, o desempenho das vendas e dos funcionários pode ser medido fielmente. Assim, você identifica onde está acertando e o que precisa melhorar.

Como ter um sistema de gestão integrada?

Aposto que você reconheceu ao menos algum problema que a falta de um sistema de gestão integrada está causando na sua empresa, certo? Para resolver o (os) problema (s), você pode contar com a ajuda de um software de gestão que esteja de acordo com as suas necessidades.

Antes de adotar o sistema, você precisa fazer o levantamento das necessidades de controle interno da sua empresa. Em seguida, é hora de analisar sua disponibilidade de recursos e pesquisar sobre os produtos disponíveis no mercado.

 

Agora que você sabe o que é um sistema de gestão integrada e que ele traz inúmeros benefícios, pode considerá-lo aí na sua empresa. A partir de agora, melhore seus processos internos, diminua os riscos de falhas humanas e facilite a sua gestão interna e a tomada de decisões.