5 dicas para escolher a impressora de cupom fiscal mais adequada

Na hora de adquirir uma impressora de cupom fiscal é preciso levar em conta as necessidades de uso. Conheça cada tipo de impressora e saiba como escolher.

A impressora de cupom fiscal é o equipamento responsável pela emissão de documentos fiscais em empresas de varejo. Definir qual é a melhor impressora para o seu negócio não é um desafio fácil.

É importante levar em conta os serviços de uma empresa especializada. Assim você saberá escolher a que melhor se adapta às suas necessidades, garantindo o investimento. 

Continue a leitura desse post e confira 5 dicas importantes que devem ser consideradas antes de adquirir o equipamento fiscal.

1. Conhecer os modelos de impressora fiscal

Em primeiro lugar, você precisa saber se o modelo é compatível com o sistema operacional utilizado pela empresa, já que eles trabalham com linguagens diferentes.

O sistema operacional mais comum no Brasil e no mundo é o Microsoft Windows, seguido pelo Linux. Porém, o “sistema do pinguim”, como também é conhecido o Linux, não possui muitos aparelhos compatíveis e isso acontece também com as impressoras. Outro sistema operacional que pode ser usado é o Mac OS (sistema oficial dos computadores Mac).

As impressoras fiscais se dividem em três modelos:

  1. Impressoras jato de tinta;
  2. Impressoras à laser; e
  3. Impressoras multifuncionais.

Veja a seguir as principais característica de cada modelo:

Os modelos que funcionam com jato de tinta são os mais usados, pois são mais baratos, tem boa qualidade e utilizam cartuchos com preços bem acessíveis.

Já as impressoras à laser possuem alta capacidade de impressão, mas são mais caras que as de jato de tinta. Desta forma, os modelos com jato de tinta costumam ser mais utilizados em casa ou em pequenos empreendimentos. A impressora à laser é a mais indicada quando houver a necessidade de imprimir com agilidade um grande volume de páginas.

Por fim, as multifuncionais realizam impressão, cópia e possuem scanner, com a vantagem de escolha entre jato de tinta e laser.

2. Avaliar as demandas e necessidades

Na hora de adquirir uma impressora para a sua empresa é fundamental levar em consideração o segmento em que ela atua e suas reais necessidades.

Por isso, é importante contar com uma orientação especializada em software de gestão para realizar a melhor escolha. Isso diminui o risco de adquirir uma tecnologia que não será útil para a sua empresa.

3. Analisar a capacidade da impressora de cupom fiscal

A principal função de uma impressora fiscal é emitir cupons fiscais quando um cliente finaliza sua compra. Por isso, é importante que seja uma ação rápida para evitar filas e para prestar um bom serviço, tornando positivas as experiência de compra da clientela.

Um exemplo de negócio que necessita de bastante agilidade na hora de emitir o cupom fiscal são os supermercados.

4. Atender os requisitos legais

De acordo com o “regulamento do ICMS” (RICMS), é obrigatório o uso de ECF ou impressora fiscal para emissão de cupom fiscal em todos os estabelecimentos que praticam a venda de mercadorias ou bens. Também para os prestadores de serviços de comunicação ou de transporte intermunicipal e interestadual, desde que possuam receita bruta que ultrapasse R$ 120 mil por ano.

5. Assistência técnica

Em conclusão, antes de adquirir uma impressora fiscal, certifique-se de que a marca possui assistência técnica autorizada na sua cidade. Isso garante que você será atendido de forma satisfatória quando necessitar de serviços de suporte ou reparos. 

Os sites dos fabricantes de impressoras informam os endereços das empresas autorizadas. As marcas mais conhecidas do mercado, geralmente prestam assistência técnica em todas as regiões do Brasil.

Todos essas dicas são importantes para que você possa adquirir um equipamento que seja realmente útil para realizar os serviços de que sua empresa necessita. 

Se você gostou desse conteúdo, aproveite para se informar sobre outro equipamento indispensável em muitos segmentos da economia nos dias atuais: o leitor de código de barras.